Capistrano de Abreu

Capistrano de Abreu

João Capistrano de Abreu, nasceu em Maranguape-Ce, a 23 de outubro de 1853 e faleceu no Rio de Janeiro a 13 de agosto de 1927.

Filho do casal Jerônimo Honório de Abreu e Antonia Vieira de Abreu.

Em Fortaleza freqüentou o Colégio dos Educandos, o Ateneu Cearense e o seminário episcopal. Em 1870 seguiu para Recife com o objetivo de se formar em Direito, mas não obteve êxito.

Voltou ao Ceará e, posteriormente, embarcou para o Rio de Janeiro, dedicando-se ali ao ensino e ao jornalismo, à crítica literária e aos assuntos históricos. Nomeado oficial da biblioteca nacional esteve sempre envolvido no mundo livreiro.

Prestou, em 1880, concurso para a cadeira de História do Brasil, no Externato do Colégio D. Pedro II, obtendo a primeira classificação. Admitido a lecionar, exerceu essa função até 1889, quando foi a cadeira extinta.

Com vasta cultura de História do Brasil, dotado de agudo senso crítico e de excepcional capacidade de penetração, continuou a obra de Varnhagem, superando-o.

Colaborou na “Gazeta de notícias”, assiduamente, até 1890.

De seus trabalhos citam-se: “Estudos sobre Raimundo Rocha Lima”;
“José de Alencar”;
“Descobrimento do Brasil pelos Portugueses”, entre outras...

Anúncio!