Antonio Sales

Antonio Sales

Antônio Ferreira Sales, filho de Miguel Ferreira Sales e de Delzina de Pontes Sales, nasceu em Anacetaba - Parazinho, hoje Paracuru, em 15 de junho de 1868.

Antônio Sales é considerado uma das maiores figuras literárias do estado do Ceará em todos os tempos.

Aos 14 anos, ingressou no comércio e aos 17 prestava sua colaboração a alguns jornais da cidade. Espírito avançado, enérgico e tenaz, o jovem Antônio Sales tomou parte de todas as iniciativas literárias e cívicas da época. Poeta, romancista, homem de imprensa, foi um dos fundadores da Padaria Espiritual, a mais original associação de homens de espírito de que há notícia na história literária do Brasil. Antônio Sales, de quem partira a idéia de sua fundação, fora também o autor de seus estatutos, de larga repercussão em todo o país.

Antônio Ferreira Sales viveu parte de sua vida entre o Ceará e o Rio de Janeiro, onde permaneceu por 20 anos. Quando retornou definitivamente a Fortaleza, em 1916, foi aureolado por um grande nome literário, é quem primeiro dirige a seção "Pingos & Pingos".

As suas charges políticas incomodavam os homens da administração e do governo. Além de poeta, cronista, tetrólogo e crítico, entre suas inúmeras publicações são as mais notáveis: Versos Diversos; Trovas do Norte; Minha Terra; Aves de Arribação (romance); Estrada de Damasco(romance);Pensando, Sorrindo e Cantando; Fábulas Brasileiras;Águas Passadas; Retratos e Lembranças, entre outros.

Antonio Sales faleceu no dia 14 de novembro de 1940.

Anúncio!